menu / directório



UHF

DUROS E TEIMOSOS

BIOGRAFIA

Em 1978 surgia em Almada uma banda de quatro rapazes com vontade de vingar na música. O grupo era formado por Américo Manuel (bateria), Carlos Peres (viola-baixo), Renato Gomes (Guitarra) e António Manuel Ribeiro (voz e guitarra). O primeiro concerto do grupo foi no dia 20 de Novembro de 1978.

Em 1979 conseguem editar, através da Metro-Som, um EP com os temas "Jorge Morreu", "Aquela Maria" e "Caçada". Nessa altura os UHF já percorriam o país inteiro, chegando mesmo a fazer a primeira parte dos concertos de nomes como Dr. Feelgood e Elvis Costello.

Durante o ano de 1980 tocam em muitas festas da APU (coligação ligada ao PCP) porque eles tinham um bom projecto cultural. No dia 16 de Agosto participam no I Festival Rock, que decorreu na Praça de Touros de Cascais, com Skids, Tourists, Original Mirrors e 999. Ainda em Setembro fazem as primeiras partes dos três concertos dos Ramones no nosso país.

Em Outubro de 1980 é editado o single "Cavalos de Corrida" que se tornou, em poucos dias, o número um do top de vendas em Portugal. Nesta altura o lugar de baterista era ocupado por Zé Carvalho.

Em Abril de 1981 é editado o álbum "À Flor da Pele" que atinge o galardão de disco de ouro. A primeira edição do disco (10.000 exemplares) incluía um single com os temas "Noite Dentro" e "Quem Irá Beber Contigo? (Desfigurado). O tema de maior sucesso do disco é "Rua do Carmo" que passa mais de 30 semanas no top do TNT.

Em 1982 editam novo disco com o Mini-LP "Estou de Passagem". Ainda nesse ano mudam para a Rádio Triunfo e em Outubro é editado o álbum "Persona Non Grata" que inclui o grande sucesso "Mau Rapaz". Seguiu-se uma digressão por França e Alemanha. 

O álbum "Ares e Bares de Fronteira" é editado em Setembro de 1983. A primeira edição esgota rapidamente. Carlos Peres sai do grupo e entra José Martins para o seu lugar. Francis (ex-Xutos & Pontapés) entra mas posteriormente é substituído por José Neves.

Em 1984 lançam o single "Puseste o Diabo em Mim". Gravam um disco ao vivo, em Novembro de 1984, no Centro Cultural do Alfeite (Almada). A formação incluía os ex-Go Graal Blues Band Hippo e Fernando Delaere.

O álbum "No Jogo da Noite (Ao Vivo em Almada)" é lançado em Maio de 1985. O disco marca o fim do contrato com a editora Rádio Triunfo. Renato Gomes sai do grupo em 1986 e entra Rui Rodrigues para o seu lugar. 

António Manuel Ribeiro foi o autor da canção que deu voz ao Partido Socialista nas eleições legislativas de 1987 (campanha eleitoral de Vitor Constâncio). O tema intitulava-se "É Hoje Agora". É lançado um single de António Manuel Ribeiro com esse tema e com o instrumental "O Meu Nome Liberdade". O grupo anda em digressão pela Alemanha na última quinzena desse ano.

O grupo assina com a Edisom que edita, em 1988, o single "Na Tua Cama". O álbum "Noites Negras de Azul", editado em Junho de 1988, inclui a participação de Renato Gomes no tema "Sonhos Na Estrada de Sintra". Durante as gravações saem Rui Beat Velez e Delaere e entram Espírito Santo e Xana Sin. 

Em Novembro de 1988 é editado o mini-álbum "Em Lugares Incertos" com cinco temas inéditos: "Ferir Até à Dor", "(Fogo) Tanto Me Atrais", "Coisa Boa", "Foi a Dois (e Morreu)" e "De Um Artista". Pedro Faro entra para o lugar de Xana Sin e entra também Renato Júnior (teclas e saxofone).

Em 1989 é editado um máxi-single com os temas "Hesitar", "Está Mentira à Solta" e "(Fogo) Tanto Me Atrais". O registo incluía também uma entrevista a António Manuel Ribeiro.

Em Junho de 1990 é editado o Mini-LP "Este Filme" com os temas "Este Filme", "Amélia Recruta", "No Portugal dos Pequeninos" e "O Rock de Cá". A formação que gravou o disco incluía António Manuel Ribeiro (voz), Rui Rodrigues (guitarra), Renato Júnior (teclas), Xana Sin (baixo) e Luís Espírito Santo (bateria).

Em Outubro de 1990, os UHF lançam o duplo LP "Julho, 13" gravado ao vivo, no palco da Sociedade Incrível Almadense.

O grupo muda-se para a BMG que editaria, em Outubro de 1991,  o álbum "Comédia Humana". Este disco incluía temas como "Brincar No Fogo", "De Segunda Até Sexta" e "Do Zero". O baixo era ocupado por Luís Filipe e na guitarra estava Toninho.

"Pálidos Olhos Azuis", o primeiro álbum a solo de António Manuel Ribeiro, é editado no ano seguinte. Os UHF tocam ao vivo nos Coliseus de Lisboa e Porto.

O álbum "Santa Loucura" é editado em Maio de 1993. A versão de "Menina Estás à Janela" é o maior êxito do disco. Nesta altura o grupo era composto por António Manuel Ribeiro, Rui Dias (guitarra), Renato Júnior, Fernando Delaere (baixo) e Fernando Pinho (bateria).

No final de 1993 é lançado o Cd-Single "Sarajevo" (com duas versões do tema) e um CD-single, colocado à venda exclusivamente nas lojas Bimotor, com os temas "Menina Estás À Janela", "Santa Loucura" e remisturas de "Aqui Planeta Terra" e "Esperar Aqui Por Ti".

Os UHF participam na compilação "Filhos da Madrugada", editada em Abril de 1994, com uma versão de "A Morte Saiu à Rua".

O programa "Idade da Inocência", da Rádio Comercial, convidou António Manuel Ribeiro, Miguel Angelo, Viviane e José Cid a gravar inéditos de Natal em 1994.

Em 1995 é editado o álbum "Cheio". O disco inclui cinco temas inéditos, entre eles "Toca-me" e "Por Ti e Por Nós Dois". O CD inclui dezoito temas, entre originais, inéditos e regravações. O single de apresentação foi uma nova gravação de "Cavalos de Corrida".

É lançado um volume do "Talento Club Mania Show", da autoria de Carlos Caseiro, dedicado aos UHF.

Em 1996 é editada uma nova edição de "Cheio" com um disco bónus com mais sete gravações inéditas. Alguns dos temas foram regravados no ambiente acústico do Convento dos Capuchos.

O álbum "69 Stereo", lançado em Novembro de 1996 conta com a participação de Né Ladeiras no tema "Amor Perdi". O tema de maior sucesso é "Foge Comigo Maria". O disco é considerado um dos melhores discos desse ano para o jornal "Público".

Descontente com as editoras o grupo forma a Am.Ra Records. Em 1998 lançam o álbum "Rock é! Dançando Na Noite".

Em 1999 é editada a compilação "Eternamente", em formato duplo, com as versões originais dos temas gravados para EMI, Edisom e BMG. Apesar das negociações com a Movieplay, que se arrastaram por algum tempo, não foi possível integrar as cinco canções que tinham sido escolhidas do catálogo Rádio Triunfo (entre os anos de 1982 e 1985). 

O segundo disco a solo de António Manuel Ribeiro, "Sierra Maesta", é editado em 2000.

Em 2002, as Edições Garrido lançaram o livro "Todas as Faces de um Rosto" de António Manuel Ribeiro. O livro inclui poemas inéditos, letras de canções, notas de estrada e várias fotografias.

Nesta altura os UHF são António Manuel Ribeiro, António Côrte-Real, Fernando Rodrigues e Ivan Cristiano.

Em 2003 é editado o duplo-CD "La Pop End Rock" que marca o regresso do grupo à EMI.

O disco "Há Rock No Cais" é lançado em 2005. O mesmo disco é reeditado no ano seguinte.

Em 2006 o grupo dá concertos especiais nos Coliseus.

Em 2007 é editada a compilação "Canções Prometidas" com a versão de "Jorge Morreu" gravada em 1982, a primeira versão de "Estou de Passagem", "Nove Anos" (1987), "Deste Lado do Rio")"Puseste o Diabo Entre Mim", etc....

DISCOGRAFIA

À Flor Da Pele (LP, EMI, 1981)
Estou de Passagem (Mini-Lp, EMI, 1982)
Persona Non Grata (LP, RT, 1982)
Ares e Bares de Fronteira (Mini-Lp, RT, 1983)
No Jogo da Noite (Ao Vivo em Almada) (LP, RT, 1985)
Noites Negras de Azul (LP, Edisom, 1988) 
Em Lugares Incertos (Mini-Lp, Edisom, 1988) 
Este Filme (Mini-Lp, Edisom, 1990)
Julho, 13 (2LP, Edisom, 1990)
Comédia Humana (LP, BMG, 1991)
Santa Loucura (2CD, BMG, 1993)
Cheio (Compilação, BMG, 1995)
Cheio (Compilação+cd bónus, BMG, 1996)
69 Stereo (CD, BMG, 1996)
Rock É! Dançando Na Noite (CD, Am.Ra, 1998)
Eternamente (Compilação, Road, 1999)
Harley Jack (CD, Am.Ra, 2003)
La Opera End Rock (2CD, EMI, 2003)
Há Rock No Cais (CD, Farol, 2005)
Canções Prometidas (CD, Am.Ra/Farol,2007)
UHF - Canções Perdidas II (CD, 2008)

SINGLES

Jorge Morreu (EP, Metro-Som, 1979).
Cavalos de Corrida/Palavras (Single, EMI, 1980).
Rua do Carmo/(Vivo) Na Fronteira (Single, EMI, 1981)
Quem Irá Beber Comigo?/Noite Dentro (Desfigurado) (Single, EMI, 1981).
Modelo Fotográfico/Quem Irá Beber Comigo? (Desfigurado) (Single, EMI, 1981)
Um Mau Rapaz/Amigos Até Logo (Single, RT, 1982)
Voo Para A Venezuela/Dança de Canibais (Single, RT, 1982)
De Carrocel/Chris (Single, Orfeu/RT, 1983)
Puseste O Diabo Em Mim/De Um Homem Só (Single, Orfeu/RT, 1984).
Na Tua Cama/Nove Anos (Single, Edisom, 1988) 
Em Violência/Completamente Infiel (Single, Edisom, 1988). 
Hesitar (Máxi, Edisom, 1989).
Brincar No Fogo/De Segunda Até Sexta (Single, BMG, 1991) -
Um Copo Contigo (Maxi, BMG,1993) 
Menina Estás À Janela (Máxi, BMG, 1993) 
4 Rave Songs (EP, BMG, 1993) 
Sarajevo (versão eléctrica)/Sarajevo (versão acústica) (Single, BMG, 1993) 
Um Tiro Na Solidão/O Homem da Meia Noite (Single, BMG, 1994) 
Cavalos De Corrida (Single, BMG, 1995) 
Toca-Me (Single, BMG, 1995) 
Por Ti e Por Nós Dois* (Single, BMG, 1996) 
Foge Comigo Maria (Single, BMG, 1996) 
O Povo Do Mundo (Single, BMG, 1997) 
Quando (Dentro de Ti) (Single, Am.Ra, 1998) 
Guantanamera (Single, Am.Ra, 1998)
Ao Fim de Tanto Tempo (Single, Am.Ra, 1998)
Sou Benfica (Single, Am.Ra, 1999).
Uma Palavra Tua (Single, Am.Ra, 1999)
Dança Comigo (até o Sol nascer) (Single, Road, 1999)
Angie (Single, Road, 1999)
Uma Palavra Tua (radio edit)(Single, Road, 2000)
Meninos Angolanos (Single, Am.Ra, 2001)
(Fogo) Tanto me Atrais (Single, Road, 2001)
A Lágrima Caiu (Single, EMI, 2003)
Podia Ser Natal (Single, Am.Ra, 2004)

COMPILAÇÕES S.E.

Cavalos de Corrida - Colecção Caravela (Compilação, EMI, 1996)
À Beira do Tejo (Compilação, Am.Ra, 2001)
Grandes Êxitos (Compilação, EMI, 2006)

Colectâneas

Filhos da Madrugada (1994) - A Morte Saiu À Rua
Sou Benfica - As Canções da Águia (2003) - Sou Benfica / SLB (outra vez) / Uma Luz de Paixão
----Porto Moniz (2003) - ?/ ?/?
Centenarium (2004) - Uma Luz de Paixão
Benfica* (2004) - Sou Benfica / Sou Benfica (Club Mix) / SLB (Outra Vez)

COMENTÁRIOS

«'Canal maldito'? Isso é uma coisa tão antiga... Quem primeiro utilizou essa expressão foi um jornal chamado 'Rock Week'. O 'canal maldito' ou o 'Jim Morrison português' são expressões que me ultrapassam, nem discuto isso, fazem parte da história dos UHF.» AMR/Raio X

«Em termos concretos, os "Cavalos de Corrida" tecnicamente estão mal tocados, mas alguém põe em causa a canção? Regravámo-la em 1995 mas toda a gente prefere a versão original...» AMR/Blitz

«(...) eu nunca fui corrido de uma editora...eu vim-me sempre embora, porque há momentos de falta de diálogo...e não vale a pena estar lá mais, e eu quero perservar a minha música» AMR/Raio X

NO RASTO DE...

António Manuel Ribeiro lançou dois discos a solo. Participou num disco colectivo para crianças (Abbacadabra). Colaborou também em discos dos grupos Opinião Pública e A Junção (grupo de Pedro Faro), entre outros.

(...) o guitarrista Renato Gomes, 40 anos, saiu da banda em 1986 justamente por se sentir "saturado das tantas voltas a dar neste país tão pequeno". Mas nada o demove de aqui e além, nestes últimos dois anos, dar uma ajuda em estúdio aos UHF e a outras bandas. Não deixou de tocar, mas a principal ligação que mantém à música é como assistente de gerência numa loja de instrumentos musicais em Lisboa. (Pública/99) Colaborou com os UHF em temas como "Sonhos Na Estrada de Sintra", "Está Mentira à Solta", "O Rock de Cá".

Mas foi Zé Carvalho, agora com 40 anos e regressado aos Açores, quem tinha as baquetas na mão naquele ano de 1980. (P99) Teve um programa de rádio na RDP Madeira e agora trabalha na Antena 3 da Madeira.

Já o baixista Carlos Peres, 39 anos, não envereda pelos ambientes da música desde há sete anos, quando teve uma "pequena aventura" no álbum a solo de António Manuel Ribeiro, "Pálidos Olhos Azuis". Foi ele o primeiro dos elementos fundadores a deixar os UHF, em 1983. Diz que fez um "bom negócio" quando vendeu a guitarra - "foi a atitude certa no momento certo" - e é hoje funcionário do Registo Automóvel. (P99)

Renato Júnior produziu discos de Susana Félix, João Pedro País e Spelling Nadja, entre outros.

Rui Rodrigues fez parte dos D'áge. Rui 'beat' Velez esteve nos Ravel.

Renato Gomes, Renato Junior, Hippo e Fernando Delaere passaram pelos Barbarella/Santaluzia.

Xana-Sin (1987-1988) fez parte dos Choque Social. Dedicou-se à fotografia. Ele já tinha sido o autor da capa de "Em Lugares Incertos".

Nuno Espírito Santo esteve nos Braindead.

 

menu / directório